329

como costurar um soneto

(sonetos de manuel de almeida e sousa e de renato suttana)

fita_fitametrica manuel de almeida e sousa

soneto

vou costurar à sombra o meu soneto
com uma agulha de tédio e distração
hei de fazê-lo simples bem discreto
tal como um origami da razão

tal como um terno de aborrecimento
petrarcoshakespeareano – importa pouco:
vou costurá-lo com meu pensamento
mais rigoroso (embora estranho e louco)

costurarei o meu soneto em branco
e azul verde laranja e até limão
com a linha de um tédio espesso e manco:

que imprimirei depois num livro obscuro
para a risota inepta do futuro –
o meu soneto costurado à mão.

renato suttana

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s